Quem é você, Alasca?

Sinopse:

Miles Halter leva uma vida sem graça e sem muitas emoções na Flórida. O garoto tem um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história, e uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em busca de um Grande Talvez. Para não ter que esperar o próprio fim para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para um internato no ensolarado Alabama, onde conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: Como vou sair desse labirinto? Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, e o impacto da garota em sua vida é indelével.

Não é a toa que esse livro recebeu tantos elogios dos meus amigos, retratam aquele lado rebelde dos adolescentes. Admito que pensei que não fosse gostar muito, e no final não morri de amores, mas não posso dizer que não gostei.

O livro não é muito grande, não passa de 257 páginas da história, que a propósito não é dividida em capítulos como estamos acostumados, mas sim por uma contagem regressiva: “… dias antes”. Contagem regressiva para que? Não contarei.

Miles é um cara que não tinha amigos e parecia ter uma vida tediosa, tinha o interesse em saber as últimas palavras de pessoas importantes e estava em busca do seu Grande Talvez. Até que um dia em que se mudou para o internato Culver Creek, e fez amigos como o Chip (Coronel), Alasca, Takumi e Lara e sua vida mudou, porque se divertiu, se apaixonou, se ferrou…

A literatura não é difícil, uma coisa que o John Green sempre coloca nos seus livros é alguma filosofia só que de um jeito contemporâneo, e no livro isso não faltou. O Miles é um cara super legal e a Alasca é meio bipolar, e isso me irritava um pouco, não demorou muito para eu shippar os dois. E sempre estranhava a Lara pelo fato dela trocar os “is” pelos “es”, e pelo fato dela parecer sem graça.

O acontecimento do Último Dia me deixou feliz e triste ao mesmo tempo, e o último trote foi engraçado. Não morri de amores por esse livro como meus amigos, porém não foi tão ruim.

Anúncios

2 comentários sobre “Quem é você, Alasca?

  1. Bianca Carvalho disse:

    Eu adoro esse autor, mas no Young Adult acho que ele está mais perto do Young do que do Adult, o que cansa um pouco as vezes.
    E vai ser difícil pra ele superar A Culpa é das Estrelas!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s