Filme: Divergente – Crítica

Da esquerda para à direita: Max, Christina, Will, Tris, Tobias, Molly, Eric, Al, Peter e Tori

Obs.: Era para eu ter postado essa crítica há semanas atrás, mas não postei porque queria complementar mais a crítica.

Obs2.: Quem não leu Divergente pode pegar spoilers.

Fiquei feliz quando vi a duração do filme (mais de duas horas) porque, convenhamos, o livro tem 500 páginas e não ia dar para reproduzir toda a história na duração cinematográfica em que estamos acostumados. Como as adaptações nunca são 100% fiéis aos livros, esperamos que pelo menos tenha a base da história, e isso aconteceu, acho que eles conseguiram juntar algumas coisas do livro nas cenas, mas tiveram outras coisas que eu não gostei.

No livro, a Tris descreve o Fosso como um lugar com pouca iluminação eu imaginava ser como uma caverna com luzes, e o Fosso do filme é claro, e “aberto” e bem claro.

Eu achei horrível a atuação do Christian Madsen (Al) na hora em que ele foi pedir desculpas a Tris e ela não o perdoou, acho que ele não atuou bem a parte do arrependimento e também seu personagem passou rápido demais, no filme deu a entender de que ele tinha se matado por peso na consciência, e quem leu o livro sabe que desde o começo da iniciação ele foi um cara sensível e se matou por saber que iria virar um sem-facção (além de sua morte ter sido rápida demais). Acho que poderiam ter mostrado pelo menos uma vez o Al chorando ou triste.

A retratação da morte do Will foi muito boa, em que dá pra ver que a Tris realmente não queria matá-lo, mas teve que fazer isso, e no livro ela não hesita por tanto tempo.

Só teve uma cena que deu a entender que Will e Christina já estavam juntos que foi na hora do resultado da iniciação, que eles estavam bem próximos conversando, mas nada além disso. Os sentimentos de Al por Tris não foram retratados, não que eu quisesse, seria meio irrelevante comparado à outros acontecimentos.

Adorei os atores, foram bem escolhidos para seus personagens (Convenhamos, Theo James e Ansel Elgort são de tirar o fôlego). E embora o fato de que alguns acontecimentos foram rápidos, o total ficou bom.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s