Starters – Resenha

Starters

Seu mundo mudou para sempre.
Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha.
A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbador em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador.
Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado…

Eu, como sempre, quando estava a procura de novas sugestões literárias me deparei com esse livro, a capa me chamou atenção, pelas resenhas que vi achei o livro interessante. E minhas expectativas foram supridas, depois que as máscaras caem, vem uma bomba atrás da outra.

Pode-se dizer,na minha opinião, que a história é tipo uma junção de A Hospedeira e Jogos Vorazes. Startes são os jovens e Enders são os idosos, aí vem a pergunta, e quanto aos adultos? Morreram.

Depois da Guerra dos Esporos, pelo que eu entendi, esporo era uma doença que estava matando todo mundo, conseguiram uma cura, mas priorizaram os jovens e idosos, e não deu pra vacinarem os adultos, então morreram. Os jovens que tinham avós puderam ficar nas casas deles, já os que não tinham avós viraram mendigos ou foram para instituições. Callie eram uma sem teto, com pais mortos e irmão doente, sua única forma de conseguir dinheiro era a Prime Destinations, uma empresa de aluguel de corpos, ou seja, um Ender alugava o corpo de um Starter (que antes passava por uma mega repaginada) por um tempo, vários Enders alugavam os corpos pra curtir a vida como se fosse jovem novamente.

A verdadeira face da Prime foi aparecendo com o passar do tempo, e foi bem legal o jeito como a história se desenvolveu, eu me envolvi bastante na no decorrer do enredo, teve uma coisas que me deixaram boquiaberta, só não chorei porque sou insensível hehe

No começo achei a Callie chatinha, mas depois ela foi se tornando uma personagem forte, entrando no time de personagens como America Singer de A Seleção e Katniss Everdeen de Jogos Vorazes, (não estou comparando as personagens, até porque todas são incríveis).

A narração é legal, mas acho que alguns personagens não foram muito bem desenvolvidos. E outro ponto positivo é que a autora investiu na ação e no drama e deixou o romance em segundo plano, embora tivesse sua importância na história. Para quem quiser ler algum livro não muito famoso, aqui está a minha recomendação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s